My Octopus Teacher is a story that reflects our contemporary reality. A person that had a burn out decides to find a cure. With no clue on where to go, he revisits his infancy and starts to dive. Still clueless, he dives daily, going deeper, holding his breath longer, until he finds an octopus and starts to discover the wonders of this beautiful mollusk. Craig Foster, the diver, is the supporting character and he calls the octopus a “she”. It is not a normal documentary, it’s pragmatic on its art form, linear, sober, but I found myself looking for a…


Imagino um mundo feudal, mas não com toda pobreza, desigualdade e exploração. Imagino um mundo feudal no sentido concreto, onde cada família tem um pedaço generoso de terra, emprestada pela continentalidade do nosso país. Imagino um mundo feudal mas high-tech, onde drones irrigam com precisão e Roombas colhem hortaliças. Imagino um mundo low-tech, emprestando sabedoria ancestral de povos originários com o devido respeito e, porque não, uma hashtag gratidão. Agora, quem não gostar de trabalhar com agricultura, não precisa, pode desenvolver a partir da matéria-prima de outros: produtos alimentícios, medicinais, moda e entretenimento. Imagino um mundo onde o que vem…


O ato de dividir conhecimento e contar histórias para uma audiência atenta é um privilégio. Atenção não se compra, muito menos auto-conhecimento ou a permissão para se ouvir e auto-ensinar. E, uma vez que damos o primeiro pulo, a dúvida do outro é uma dádiva. Reações e interpretações que são impossíveis de serem construídas sozinhas, com residual psico-ativo. A rota da seda está viva e presente. Ensinar é um pulo no vazio, com garantia de recompensa e sem ressaca.

Dividindo histórias com os alunos da Universidade Federal do Cariri.

Post #2 do Projeto Pára-Grafo: um parágrafo por semana para reflexão, junto com a minha inspiração, mas nem sempre tema do meu parágrafo, Gisele Sakamoto


O crescimento de uma árvore é lento, leva anos, os galhos crescem em direção ao sol, sincronizados com suas raízes, fazendo um movimento como se estivessem flutuando horizontalmente. Esgalhando. Ocupando e preenchendo o espaço de vida. Como uma árvore genealógica, que acumula galhos e ramas, uma família se fortalece ocupando um espaço. Uma casa. Uma rua. Uma praia. Família é vida e cresce. Mas cresce devagar. A gente não percebe até que a gente percebe. Um galhinho novo, um ramo verdinho onde não existia, ou quem sabe uma primeira flor da primavera. Perceber o crescimento de algo que cresce devagar…


I dreamed I was writing this article, it was something like this…

(versão em Português aqui)

Imagine if you see a canvas with numbers, each canvas with a tone of grey. And, taking a step back, you realize the artist painted one canvas a day for his entire career, listing from 0 to infinite, each day he started from the remaining number of yesterday, until the end of today’s canvas. Each day he added 1% of white in the background’s black paint. The black becoming grey, the grey becoming white… until his death, until the infinite.


Sonhei que estava escrevendo esse texto, ele era mais ou menos assim…

(English version here)

Imagine uma tela de pintura com números, cada tela com um tom de cinza. E, dando um passo para trás, entende que o artista pintou uma tela por dia durante a sua carreira artística inteira, listando do 0 ao infinito, cada dia ele começava a partir do último número do dia anterior, até chegar ao fim da tela. Cada dia ele adicionava 1% de branco na tinta preta do fundo. O preto ficando cinza, ou cinza ficando branco… até a sua morte, até o infinito.


It was 6 years ago and not in a formal restaurant. I had to pay in advance, confirm a limited number of guests, and then they would give you an address of a house in the suburbs of São Paulo.

“They” actually was “She”, an Iranian middle-age women with a good hand for cooking and an idea to tell the story of her people through food.

I remember she explaining how women were well educated in her country. …


I like to collect quotes, you are welcome to have a look…

Myself, Andiroba and the Amazon biome in the Pará state.

ARRABALDE — parte VI: O que queremos?

Ameaça

Se a emissão de gases de efeito estufa seguir na mesma toada, em 2100 a China crescerá metade do que cresce hoje; a renda per capita dos Estados Unidos será um terço menor do que seria num mundo não aquecido; no caso do Brasil, o empobrecimento será de 92%.

Na cidade de Krasnoiarsk, no sul da Sibéria, as safras de 2020 de trigo e colza (biodiesel) duplicaram em relação às do ano anterior. Nadezhda Tchebakova, nascida na cidade e pesquisadora em ecologia do clima, disse ao NYT que…


A reflections on my personal process, and a safe destination.

If you find yourself touched by the big problems of the world, reading news and articles, following activists, watching documentaries about sustainability, sharing your pragmatism with polarized friends and thinking that the problems of your job is mediocre… Honestly, you are just feeling the symptom of a generation.

You are not alone, there are a lot of people out there with the same feelings. Myself included. What I tried to do was to organize this emotions to become something more part of who I am. Merging personal and professional life…


A philosophical analysis of the industry. (versão em português)

Know thyself”, the phrase inscribed in the Temple of Apollo, dated from the Ancient Greek, suggested the need for self-knowledge in our human existence. Leverage by Socrates with “The unexamined life is not worth living”.

At that time, Socrates saw a world in trouble, confused and unfair. He, then, looked for new possibilities, a world not lived by the shiny ephemeral power and wealth, but for the ambition to improve as human beings. Self-knowledge was the path to take us from one life to another: to a better version of ourselves.

Temple of Apollo

How far have we gone?

The world is still pretty confused. Our modern diseases…

BetoBina

Strategy, Innovation & Sustainability.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store